domingo, 1 de dezembro de 2013

Capitulo 8.

¨¨¨¨
Demetria vestia uma camiseta rosa com um pequeno decote, a mesma calça cinza, meias cinzas, e o cabelo loiro preso em um rabo de cavalo mal feito. Em uma mão um balde de pipoca amanteigada, na outra um copo cheio com Coca-Cola.
Ela se senta ao lado de Joseph no sofá, coloca o copo na mesinha ao lado, e pega um pouco de pipoca para comer. Joseph coloca a mão dentro de sua calça esporte azul marinho, Demetria o olha indignada. Sem nem olhar para ele, pega com a mesma mão um monte de pipoca.
- É, era isso que eu queria em cima da minha pipoca. Na caixa estava escrito que era sabor de manteiga, mas sabe de uma coisa? O que eu queria mesmo era o sabor das bolas do Joe. Muito Obrigada – diz ela sarcasticamente pegando mais pipoca.
Joseph pega a bacia da mão de Demetria, e joga toda a pipoca dentro da calça dele, e começa a comer. Ela o olha ainda mais indignada.
- Eu dou tudo o que você quer amor – diz ele com a boca cheia.
¨¨¨¨
- Presta atenção, olha só como levanta, e abaixa – diz Demetria para Joseph, levantando e abaixando a tampa do vaso, enquanto ele sentado na banheira corta a unha – levanta e abaixa, desse jeito – mostra para ele – viu só? Não é mágico? Levanta e abaixa – diz Demetria calmamente, vestindo uma saia branca justa, e por dentro dela, uma blusa frente única de gola alta justa mas sem mangas preta. Um salto alto com creme, com uma meia pata bem grande para que seja mais confortável. Dessa vez os cabelos estavam com lindos cachos formados com o babyliss, caindo sobre seu ombro – só mais uma vez, você levanta e você abaixa – ela disse mostrando novamente, o olhando. E sai do banheiro, batendo a porta.
¨¨¨¨
No outro dia, no meio da noite, Demetria se levanta para ir ao banheiro, veste sua pantufa branca e vai. Com uma blusa nadadora roxa, e um shortinho preto. Fecha a porta, e começa a gritar. Joseph la do sofá, ouvindo tudo, começa a rir, ele havia tirado o acento do vaso.
¨¨¨¨
Joseph bate desesperadamente na porta do banheiro.
- Eu preciso muito usar o banheiro – diz ele.
- É mesmo? Então porque você não usa sua privada especial?  - diz ela, la de dentro, tirando a sobrancelha.
¨¨¨¨
- Poxa pra que fazer isso? Entra pela janela, é bem mais fácil – diz Nicholas quando tira a porta junto de Joseph.
¨¨¨¨
Demetria chega do trabalho, com uma saia preta justa, uma blusa branca por dentro, e como sempre um salto preto magnífico. Corre para o banheiro super apurada, quando vai fechar a porta, respira fundo, e volta para trás.
- Cade a porta do banheiro? – diz ela calmamente sorrindo.
- Um ladrão entrou aqui, e acredita que ele só levou a porta? – disse ele e deu de ombros. Ela respirou fundo. E disse para si mesma “um milhão e meio de dólares”.
¨¨¨¨
- Casamento é dureza – diz Joseph para Nicholas enquanto jogava golfe – como as pessoas fazem isso? Não é natural, homens e mulheres não servem para morar juntos. E eu não faço amor, faz tempo. Sexo 0. E eu preciso de sexo, porque eu sou bom nisso, aumenta minha autoestima. Não sei se vou aguentar.
- Uou, serio? Porque eu não achei nada disso, mesmo, eu fiz uma pesquisa, verifiquei alguns casos, para ver se achava um precedente, uma brecha na lei, e acho que encontrei – disse Nicholas.
--
- Sabe My, eu não sei se vou conseguir – diz Demetria na academia, vestindo um short curto e justo azul marinho, uma blusa um pouco mais larga nadadora cinza com um top por baixo, o cabelo preso em um rabo de cavalo com uma faixa azul claro. Miley vestia um short parecido mais um pouco mais comprido, uma blusa também nadadora bem justa, cabelo preso em rabo de cavalo.
- Então vamos para o plano B – responde Miley – o terceiro marido da minha mãe foi um cubano de pés tortos de 20 anos, que herdou muito dinheiro.
--
- O juiz disse que se eles quisessem o dinheiro teriam que fazer o casamento der certo – disse Nicholas – você já ouviu isso?
--
- Minha mãe não recebeu nada, mas ela provou que ele havia sido infiel, e o juiz julgou a favor dela – continuou Miley.
--
- e deu o dinheiro para ela – disse Nicholas para Joseph sorrindo – viu, o juiz disse que você tinha que provar que você ta tentando fazer a casamento dar certo, mas se fizermos parecer que ela não ta – ele ri – porque não pensei nisso antes?
- Porque é um péssimo advogado – diz Joseph.
- Poxa vida, deve haver uma lei contra eu ser um péssimo advogado – disse Nicholas – mas ai eu não saberia disso – ri.
--
- Então se o Joe acabar o casamento me deixando, ou me traindo... – sorri
--
- Você sai do casamento...  – disse Nicholas.
--
- E também fica com os 3 milhões de dólares – continua Miley.
- Ah meu Deus – riem.
--
- Eu te amo, juro – diz Joseph para Nicholas – eu quero te beijar.
- Quer me beijar? – Nicholas põe a mão na cintura sorrindo.
- Nessa sua cabeça linda – Joseph se aproxima lentamente. E da um beijo.
- Ta bom, ta bom – empurra Joseph rindo
--
Demetria e Miley batem as mãos.

----------
Gatinhas, desculpem de novo, ~só falo isso né?~
é que ontem teve a festinha da minha priminha linda ~4 anos de pura lindeza  *0*~ e acabou ficando tarde e eu tive que dormir lá, sorry, acabei de chegar e já to aqui postando lindas.
Comentem, xoxo  :* 

10 comentários:

  1. Muito perfeito...
    Tás desculpada
    Posta logo
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Selinho para ti: http://jemifanficsbykikafelix.blogspot.pt/2013/12/selinhoooo-desabafo.html

      Excluir
  2. Duas palavras: CAP PERFEITO
    "levanta e abaixa" kkkkk amei!
    Ai que lindeza, manda parabéns pra ela *-*
    Posta logo!
    Aah, e desculpa não comentar no último, estava tendo provas :/
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk, obg lindaaaa...
      Pode deixar *o*'
      Desculpada :)'
      xoxo :*

      Excluir
  3. Selo para você no meu blog :)
    http://my-new-letters.blogspot.pt/2013/12/selo-rip-paul-walker.html

    ResponderExcluir
  4. Nova leitoraa \o/
    Pode me ajudar a divulgar?
    http://lightweight-fanfics.blogspot.com.br/
    Agradeço desde já!
    Bjo, 'té mais :)

    ResponderExcluir